quarta-feira, 14 de abril de 2010

Dia de chuva

Hoje é um dia clássico! Um dia chuvoso clássico! Ou seja, um dia clássico em que eu fico emburrado, chateado, puto, etc, etc...
Dia chuvoso é um pé-no-saco!!

Não é precipitação pluviométrica em si que eu considero ruim. A água é uma coisa necessária e abençoada; não se trata de blasfemar contra a natureza, pois eu bem sei que a chuva já existe desde muuiiito antes de tudo o que está a minha volta.
O irritante são os eventos que decorrem da dita precipitação pluviométrica (chuva):
- Lama! Quando um veículo passa em uma poça e te dá “aquele banho”... PUTA QUE PARIU! Mandamos o motorista “ir com Deus”, né?;
- Engarrafamento, principalmente se você está dentro de um ônibus cheio e as janelas têm que ficar fechadas. Aí, haja abafamento, calor do inferno, fedor de sovaco catinguento e outros odores, tipo peidos;
- Atraso, principalmente quando temos compromissos importantes. Porra, é phoda! É a tal da Lei de Murphy "se alguma coisa pode dar errado, certamente dará" e em dia de chuva essa lei ganha mais força ainda;
- Sem falar em acidentes, tragédias... nessa parte não quero nem entrar.

Hoje a chuva me pegou pelo caminho e lógico, comecei a me molhar todo. E como sempre comecei a xingar a chuva, como se isso fosse afetar o fenômeno natural do planeta para parar de molhar o nervosinho “todo-poderoso” cá embaixo.
Arre! Dia de chuva não é o meu dia mesmo, pelo menos se eu tiver que ir lá fora quando está chovendo, pois se pelo menos pudesse ficar em casa, aí seria outra história.

Mas, quem sabe um dia eu me liberto dessa neura e faço como Gene Kelly no maravilhoso “Singing in the Rain”!

video
*

4 comentários:

Bruno Gomes disse...

Tirando os palavrões numerosos, assino embaixo de tudo o que você disse (risos)

Realmente o clima mais fresco de outono é agradável.
Mas em uma cidade que não tem uma estrutura para chuva como Salvador, as conseqüências são chatas mesmo =/

Abraços!

Cristiano Contreiras disse...

Carissimo, parabéns pelos blogs!

abraço e te sigo!

Einstein² disse...

Brilhante, exceto os demasiados palavrões. No todo, um texto muito gostoso!

Bruno Gomes disse...

Todo mundo reclama dos palavrões haha

Tem que colocar o Aviso Fraterno de forma maior no blog, Dibão! rsrs

Abraços!